CASES

 

YKK

Problema
1. Instalação de proteção em local difícil e sem a necessidade de parar/desmontar a máquina. O curso fechado mínimo para se conseguir fabricar uma proteção é de até 10% do curso aberto, por este motivo o espaço que se tinha no equipamento era menor do que o solicitado, impossibilitando a fabricação de proteções bipartidas com velcro ou zíper, já que as mesmas devido ao volume dos gomos não permitiam um curso fechado abaixo de 10%.

Solução
1. Criação de uma proteção sanfonada a ser instalada sem precisar parar para desmontar a máquina, através de uma fabricação bipartida vulcanizada no local, ou seja, a proteção será aberta, sem velcro e sem zíper, apenas com um kit de vulcanização de fácil manuseio, obtivemos o fechamento perfeito da peça.

Resultado
1. Redução no tempo de montagem em 90% comparado ao anterior.
2. Durabilidade da proteção aumentou 4x mais que a anterior.
3. Alto custo-benefício – redução de tempo da perda de produtividade fabril e consequentemente declínio significativo de gastos com equipe de montagem e perda financeira por parada de produção.


CASE GERDAU

Problema
1. Baixa durabilidade – 06 meses.
2. Tempo de montagem – 01 dia e meio.
3. Devido o curso do cilindro fechado ser somente 10% do curso aberto, seria impossível elaborar a proteção bipartida sem ter de desmontar o equipamento. O curso fechado mínimo para se conseguir fabricar uma proteção é de até 10% do curso aberto. Por este motivo, o espaço que se tinha no equipamento era menor do que o solicitado, impossibilitando a fabricação de proteções bipartidas com velcro ou zíper, já que as mesmas devido ao volume dos gomos, não permitiam um curso fechado abaixo de 10%.

Solução
1. Criação de uma proteção sanfonada a ser instalada, sem precisar desmontar a máquina, através de uma fabricação bipartida vulcanizada no local, ou seja, a proteção será aberta, sem velcro e sem zíper, apenas com um kit de vulcanização de fácil manuseio, obtivemos o fechamento perfeito da peça.

Resultado
1. Redução no tempo de montagem em 80% do anterior.
2. Durabilidade da proteção aumentou 3x mais que a anterior.
3. Alto custo-benefício – redução de tempo da perda de produtividade fabril e consequentemente declínio significativo de gastos com equipe de montagem e perda financeira por parada de produção.2. A vinda de técnicos japoneses para programarem a máquina depois de desmontada proporcionavam altos gastos para a empresa.